"Agimos corretamente e salvamos vida", diz Witzel sobre ação contra sequestrador

Marcelo Camargo/ABr

Marcelo Camargo/ABr Wilson Witzel comemorou o fato de 37 vidas terem sido salvas na operação

O governador do Rio de Janeiro Wilson Witzel disse, em entrevista horas após a ação da polícia contra um sequestrador na ponte Rio-Niterói, nesta terça-feira (20) que está muito contente com a forma como as ações contra crimes estão acontecendo no Estado. O político tratou o assunto como uma ação bem-sucedida e comemorou o fato de nenhum refém ter morrido.

"Hoje nós agimos corretamente e salvamos vidas. A comemoração é pelas 37 vidas que foram salvas e pela forma ágil, correta e bem-sucedida da Polícia Militar e outros órgãos que apoiaram a operação", disse Witzel.

Tudo começou por volta das 6h da manhã desta terça-feira (20, quando agentes da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar cercaram o ônibus na Ponte Rio-Niterói. O suspeito armado estava dentro do veículo com reféns. 

O sequestrador teria mandado o motorista encostar e parar na ponte para quem segue em direção ao Rio e deu ordem para que o ônibus fosse atravessado na subida do vão central. Além da arma, ele estaria portando um taser, que é uma arma de choque, e uma faca.

Durante as negociações, o sequestrador deixou o ônibus três vezes. Na terceira, levou um tiro disparado por policial em sua perna, permitindo que agentes entrassem no ônibus e resgatassem os reféns.

Minutos após o fim da ação, que durou quase 4 horas, Wilson Witzel chegou ao local de helicóptero e, de prontidão, elogiou a operação policial.

Fonte: Portal IG