Polícia mata 3 suspeitos e recupera dinheiro roubado em assalto milionário no MA

Divulgação/ SSP-MA

A Polícia Militar do Maranhão deteve, na manhã desta terça-feira (4), na cidade de Santa Luzia do Paruá (localizada a 164 km de São Luís), um caminhão que transportava 13 suspeitos de terem participado do assalto milionário na cidade de Bacabal, que aconteceu no dia 25 de novembro. Além dos suspeitos, o veículo carregava o dinheiro roubado e armamento pesado.

Em coletiva de imprensa, o secretário da Segurança Pública do Maranhão, Jefferson Portela, confirmou que a captura foi acompanhada de confronto e troca de tiros e resultou na morte de três bandidos, identificados como Arthur Silva Santos, José Eduardo Zacarias Barbone e Vadenilson Moreira.

“O melhor que todos eles fizeram foi se entregar. Os três primeiros, que quiseram testar a polícia do Maranhão receberam o atendimento adequado dentro da lei. No Maranhão, ou o bandido se entrega ou ele tomba”, afirmou.

Além dos assaltantes mortos, outros quatro ficaram feridos e os demais foram levados presos e devem ser transferidos para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital.

De acordo com a investigação do caso, os presos estariam no estado a fim de fornecer suporte aos assaltantes para que eles deixassem o estado maranhense com o dinheiro roubado.

Segundo o responsável pela operação, Coronel Marques Neto, a quantidade de dinheiro que estava sendo transportada pelo caminhão será confirmada após a contagem da seguradora do Banco do Brasil. No entanto, de acordo com os presos interrogados, o caminhão carregava cerca de R$ 70 milhões.

Além do dinheiro, foram encontrados no veículo blindado, dois fuzis ponto 50, onze fuzis 7.62, um fuzil 556, munições e coletes a prova de balas. A suspeita é de que, durante a tentativa de transportar o dinheiro pelo estado, o caminhão tenha sido roubado e o motorista, feito de refém.

Apesar de o assalto ter sido realizado por cerca de 30 assaltantes, de acordo com a Segurança do Estado, a quadrilha é composta por 72 membros do Nordeste, já identificados, e que manteriam relações diretas com assaltantes de São Paulo e do Paraná.

Segundo investigações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a operação resultou no roubo de quantia estimada em R$ 100 milhões – sendo que R$ 3,7 milhões já foram recuperados, com a ajuda dos civis – e foi comandada por José Francisco Lumes, conhecido como Zé do Lessa, e que se encontra foragido no Uruguai.

A cidade de Bacabal ficou destruída após a ação dos criminosos, com bancos e empresas de valores tendo sido assaltados e viaturas, incendiadas. A ação resultou em morte e moradores feridos.  

A Polícia Militar do Maranhão ainda continua investigando na cidade onde ocorreu a ação criminosa e em municípios vizinhos, na esperança de encontrar possíveis esconderijos dos assaltantes.

Fonte: Portal IG