Oito em cada dez brasileiros procuram vagas de emprego na internet, diz pesquisa

shutterstock

Oito em cada dez brasileiros já procuraram emprego na internet, aponta estudo realizado pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística Conecta (IBOPE Conecta) e divulgado nesta terça-feira (16).

De acordo com a pesquisa, que reuniu 2 mil internautas de todas as regiões e classes sociais do País, 77% dos brasileiros já tentaram, pelo menos uma vez, encontrar um emprego na internet. A busca durante a navegação é mais comum (68%) entre a população mais jovem, na faixa dos 16 e 34 anos.

Entre os internautas que já tentaram buscar vagas nas redes, 14% afirmam que já pagaram para conseguir acesso a esses sites e 44% deles dizem ter conseguido participar de entrevistas depois disso.

Do índice de 44% que chega a fase de entrevistas, quase metade (49%) foi contratado.

O estudo do IBOPE Conecta revelou que os usuários de internet das regiões Norte e Sul do País são os que menos utilizam plataformas on-line em suas buscas por trabalho. Apenas 30% e 32%, respectivamente, afirmaram já ter tentado.

Na última quinta-feira (11), a instituição de pesquisas também apurou índices atualizados do medo do desemprego no Brasil. Os números, que estavam em alta entre os meses de março e junho, chegando a 67,9, caíram 2,2 pontos entre junho e setembro de 2018, alcançando 65,7 pontos. Apesar da queda, o número mantém o patamar elevado em 16 pontos acida da média histórica pesquisada desde 1996, que é de 49,7 pontos.

Quando estudados por região, Norte e Sul do País, que são os locais em que a população menos procura emprego na internet, tiveram alta no medo do desemprego. O Norte, que foi calculado com a região Centro-Oeste para o cálculo do índice, apresentou alta de 2,3 em setembro. Apesar disso, a região é a com menos medo do desemprego do Brasil pelo segundo levantamento consecutivo. Já no Sul, o índice cresceu 0,8 pontos percentuais e 62,7 pontos na tabela geral — mais medo do que o Norte/Centro-Oeste, que marcou 60,9 pontos.

Fonte: Portal IG