Morre, aos 91 anos de idade, o polêmico Papai Noel da Playboy

Divulgação

Nesta terça-feira (18), aos 91 anos, morreu Antônio Santinato. O mecânico, conhecido como "Papai Noel Mais Famoso do Brasil" fazia aparições em programas de auditórios e comerciais nos anos 2000, mas conquistou fama mesmo ao dividir uma capa da Playboyao lado de Carla Perez, ex-dançarina do grupo É o Tchan!.

Na capa da Playboy, vestido de Papai Noel, Antônio Santinato aparece segurando os braços de Carla Perez, que cobre os próprios seios. A publicação gerou muita polêmica à época, já que usava de um personagem tradicionalmente infantil em uma revista destinada a adultos. 

O então juiz da Vara da Infância e Juventude do Rio de Janeiro, Siro Darlan, chegou a pedir ao Ministério Público que a revista adulta fosse vendida em uma embalagem escura e lacrada, com intenção de impedir que as crianças se interessassem pelo produto.

A foto foi tão ousada que provocou até protesto de alunos de um curso para papais noéis no Rio de Janeiro, que adicionaram uma tarja preta ao conhecido gorro vermelho como manifesto. Os alunos alegavam que a capa da revista deturpava a imagem do personagem.

Segundo o Jornal de Jundiaí, Antônio morreu devido a uma grave pneumonia. O velório teve início às 6h00 desta terça-feira (18) e o sepultamento de Antônio estava marcado para às 16h00, no Cemitério Nossa Senhora do Desterro, em Jundiaí, região Metropolitana de SP.

Protagonista da capa da revista ao lado do Papai Noel, a dançarina do É o Tchan! ainda não se prounciou sobre a morte de Antônio em suas redes sociais. No Twitter, admiradores da publicação masculina prestaram homenagens como "luto", "RIP" e "Eu lembro da polêmica. Eu tinha achado a capa o máximo". 

Fonte: Portal IG