Mulher trans do Miss Bumbum recusa Playboy e mira Andressa Urach como modelo

Patrick Brito | CO Assessoria

Paula Oliveira, a primeira candidata transexual a ganhar um prêmio no concurso Miss Bumbum - ela ficou em 3º em 2018 - é dona de uma beleza magnífica e um corpo sensual. Ela não deseja ser só mais uma finalista na história da competição.

Paula busca se destacar e ser diferente das outras modelos do Miss Bumbum e por esse motivo resolveu recusar um pedido da Playboy para posar nua. “Não é o que eu quero no momento. Quero seguir os passos de Andressa Urach”, declarou.

Grande admiradora de Andressa Urach, a modelo transexual conta quais são as qualidades que a faz querer ser como a musa que  levou o segundo lugar no concurso 2012: “Ela conseguiu provar que mesmo estando em segundo ou terceiro lugar, é possível ter mais destaque do que a vencedora. Quero ter o legado dela”. O sucesso de Urach foi tanto, que a modelo ficou mais reconhecida do que a candidata que levou o posto de primeiro lugar.

Orgulhosa de representar os transexuais em um concurso de beleza, Paula Oliveira também expõe que almeja lutar pelos direitos LGBT. “Agora tenho voz. Meu objetivo daqui para frente é mostrar que podemos ser e fazer o que quisermos”, disse a musa.

Levando a faixa no último ano do concurso que teve como tema Diversidade, a trans ainda afirma que se sente muito feliz com sua conquista. “Estar entre as vencedoras do concurso já foi uma enorme conquista que tenho orgulho em representar na nossa bandeira”.

Após uma longa jornada, o tradicional Miss Bumbum que já revelou meninas como Andressa Urach, Ana Paula Minerato, Babi Muniz, Dani Sperle, Laura Keller, entre outras, chegou ao fim esse ano. Contudo, Cacau Oliver já garantiu a nova geração de musas com o reality-show "O Criador de Celebridades".

Fonte: Portal IG