2º Batalhão de Choque surpreende traficantes na zona sul de São Paulo

Divulgação/ 2º Batalhão de Choque

O 2º Batalhão de Choque tem como sua principal função atuar no Controle de Distúrbios Civis em shows, eventos esportivos e culturais em todo o território do Estado de São Paulo. Mas a essência de qualquer Policial é o combate ao crime, e a criminalidade paga caro quando esses PMs estão nas ruas.

Na tarde da última terça-feira (9), uma equipe do 2º Batalhão de Choque, comandada pelo Tenente Bazella, fazia um patrulhamento tático pela zona sul da capital, quando entrou por uma rua da favela Americanópolis e dois suspeitos saíram correndo.

"Essa local é conhecido pelo movimento do tráfico de drogas. Ali tem baile funk, o que propicia a venda de droga, um local pensado pelo crime por ter várias rotas de fuga. O que ajudou nossa ação foi o fator surpresa, entramos na rua e eles não tiveram tempo de fuga", conta o Tenente Bazella.

Assim que a viatura com os quatro PMs entrou pela rua, dois traficantes correram. "Eles estavam na frente de um portão e entraram ali. Nós desembarcamos rapidamente e conseguimos fazer a prisão", segue o Tenente.

De acordo com o Policial, atrás desse grande portão tinha um corredor que levava para algumas casas, onde os traficantes poderiam tentar se esconder. "Começamos a perguntar por que eles tinham corrido e assim que fizemos a revista em um dos suspeitos, nós encontramos um papel que levava toda a contabilidade dos traficantes, preço, movimento, quanto tinham vendido e muito mais. Então, nós já percebemos o crime que estava acontecendo ali", diz o PM.

Um dos homens detidos acabou confessando que eles faziam o tráfico de drogas na região e apontou um sofá que era usado como "baú do tráfico".  Um dos homens detidos acabou confessando que eles faziam o tráfico de drogas na região e apontou um sofá que era usado como "baú do tráfico". "Nos fomos checar e encontramos grande quantidade de drogas, além de material para embalagem, pesagem e mistura dos entorpecentes", afirma o Tenente Bazella.

Os dois traficantes foram encaminhados para o 80° Distrito Policial e acabaram confessando o crime de tráfico de drogas.

Com eles, os PMs do 2º Batalhão de Choque apreenderam: 453 papelotes de maconha e mais um tijolo de 702g, 78 pinos de cocaína e um saco com 286g, 310g de crack, 19.000 eppendorfs vazios e 13.000 frascos para armazenamento de lança-perfume, junto com oito garrafas do mesmo produto. Foram encontrados ainda: duas balanças de precisão, um tubo para mistura de substâncias e cinco máquinas seladoras de plástico.

Fonte: Portal IG