Rota prende dez criminosos após tentativa de assalto a banco em São Paulo

Divulgação

Agentes das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) prenderam dez criminosos durante uma tentativa de assalto a banco na Vila Ré, Zona Leste de São Paulo. A quadrilha chegou a manter reféns por mais de uma hora, mas as vítimas foram liberadas sem ferimentos após negociações com os policiais.

Durante a ação, um dos criminosos chegou a disparar um tiro na agência bancária, mas ninguéo foi atingido. De acordo com a Rota, dos dez criminosos presos, sete estavam dentro da agência no momento da ação. Seis armas foram apreendidas junto com a quadrilha, além dos veículos utilizados pela quadrilha. O esquadrão de elite da Polícia Militar do Estado de São Paulo foi acionado pela Polícia Federal.

Ainda segundo os agentes, os suspeitos utilizaram uma casa a cerca de 1,5 quilômetro do banco como base de operações. A agência que foi alvo da tentativa de assalto é do Banco do Brasil e fica na Rua Itinguçu.

A caso do assalto a banco será registrado na Superintendência da Polícia Federal da Lapa, Zona Oeste de São Paulo.

O governador João Doria assinou um decreto de criação de mais quatro Batalhões de Ações Especiais de Polícia (Baep) no Estado de São Paulo. As novas unidades serão instaladas na capital, Grande São Paulo e no interior de deverão entrar em funcionamento na primeira quinzena de abril. De acordo com o governador, os locais terão padrão Rota.

“Todos os policiais que vão atuar no Baep passarão por treinamento no Comando de Policiamento de Choque com o padrão Rota, para o patrulhamento tático, gerenciamento de crise, negociações com reféns, busca e apreensão de artefatos explosivos, patrulha em locais de risco, ações táticas especiais, controle de multidões e policiamento em manifestações”, disse Doria.

O efetivo a ser empregado nessas novas unidades passará por treinamento sob coordenação e aplicação do Comando de Policiamento de Choque (CPChq). Serão aplicadas disciplinas específicas do treinamento da Rota, do  2º Batalhão de Choque, do 3º Batalhão de Choque, dos Comandos e Operações Especiais (COE) e do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate). 

Fonte: Portal IG