Doria visita Davi Alcolumbre e exalta compromisso com a reforma da Previdência

Divulgação/Assessoria João Doria

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), visitou hoje o recém-eleito presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). Dória afirmou que foi uma visita de cortesia para cumprimentá-lo pela vitória, que ele classificou como “difícil, mas muito importante e significativa”. O governador destacou o compromisso de Alcolumbre com a reforma da Previdência.

“O novo presidente do Congresso, do Senado, confirmou que essa pauta é uma pauta prioritária”, afirmou João Doria em entrevista coletiva. Ele também informou que o PSDB está “com plena disposição de votar a favor da reforma”.

Perguntado sobre se Renan Calheiros poderia apresentar resistência à reforma após a derrota na eleição do Senado, Doria afirmou que acredita que o senador vai manter a palavra, uma vez que já se colocou favorável à medida. “Eu tenho certeza que os brasileiros de bem, as pessoas conscientes, independentemente de questões partidárias ou ideológicas, votarão favoravelmente à reforma da Previdência”, completou.

O governador paulista parabenizou Davi Alcolumbre pela vitória pessoal e exaltou a coligação de partidos que derrotaram Renan Calheiros, apesar de não querer “fulanizar e personalizar” a questão, em suas palavras.

Sobre a relação do PSDB com o DEM, Doria garantiu que não há problemas, tanto em São Paulo quanto em âmbito nacional. “Não há nenhuma situação atual que desvincule de uma relação histórica do PSDB com o DEM. E a relação é a melhor possível e continuará sendo uma relação estreita, boa e produtiva para os partidos e para o Brasil.”

PL Anticrime

O governador de São Paulo foi à Brasília nesta segunda-feira (4) para participar de uma reunião com Sérgio Moro, na qual o ministro da Justiça e Segurança Pública apresentou para governadores e secretários de segurança um projeto de lei anticrime. O PL será enviado ao Congresso Nacional.

O projeto apresentado por Moro integra as principais metas da gestão Bolsonaro para os 100 primeiros dias de governo. Estiveram presentes 12 governadores: Rui Costa (BA), Camilo Santana (CE), Ibanies Rocha (DF), Renato Casagrande (ES), Ronaldo Caiado (GO), Hélder Barbalho (PA), Ratinho Júnior (PR), Coronel Marcos Rocha (RO), Antônio Denarium (RR), Eduardo Leite (RS), Mauro Carlesse (TO) e João Doria (SP). Além do vice-governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro e dos secretários.

Fonte: Portal IG