Descubra 10 coisas para fazer na Califórnia durante o inverno americano

Pixabay

Sol, Hollywood, praias e surfe: mais californiano que isso, impossível. Mas esse estado norte-americano tem muito mais a oferecer e também é um ótimo destino para uma viagem nos meses de baixas temperaturas. Há uma lista e tanto de coisas para fazer na Califórnia durante o inverno americano, que vai do final de dezembro ao final de março. 

A variedade de atrações no inverno é imensa e vai agradar desde os entusiastas pela arte contemporânea até os aficionados pela natureza. Então prepare-se, porque seja descendo montanhas de snowboard, curtindo um passeio mais cultural nas cidades, ou então pegando uma estrada icônica de carro, há muitas coisas para fazer na Califórnia para manter você longe do calor do verão brasileiro.

Mas não se preocupe tanto com o clima, porque o frio de lá não é muito rigoroso. De acordo com estimativas do site AccuWeather, as temperaturas ficarão, em média, entre os 9˚C e os 20˚C até março- bem semelhante ao inverno na região Sudeste do Brasil.

Mesmo assim, alguns dos destinos da lista vão exigir que você pegue um agasalho mais pesado, se prepare para chuvas intensas e até mesmo para tempestades de neve. Pontos como o Lake Tahoe, a região de Big Bear e os Mammoth Lakes têm temperaturas abaixo de zero constantemente ao longo do inverno. Veja todos os detalhes abaixo: 

Essa montanha, cujo topo fica a mais de 3,3 mil metros do nível do mar, é coberta por aproximadamente 9 metros de neve todos os anos. E não há tempo melhor para aproveitar a Mammoth Mountain do que durante a temporada de inverno californiana.

Não é só esqui e snowboard que tem por lá. Segundo informações oficiais do Visit California, uma organização sem fins lucrativos que visa promover o turismo do estado, as lojas e restaurantes da região te manterão ocupados durante a noite.

A Califórnia também é lugar de cultura, e você não precisa estar em Los Angeles para descobrir isso. Na verdade, a cidade de San Diego sedia, entre o dia 1˚ e o dia 28 de fevereiro, o Mês dos Museus, durante o qual as entradas para 40 museus da cidade têm o preço cortado pela metade.

Segundo o site oficial do Conselho de Museus de San Diego (SDMC, na sigla em inglês), os aficionados por história, artes e natureza poderão retirar seus passes de desconto em bibliotecas selecionadas - cujas informações ficam no site do SDMC -, ou ao se hospedar em qualquer hotel Hilton da cidade.

Mas talvez você queira ficar só nas montanhas, aperfeiçoando suas habilidades nos esportes de inverno. Para uma mudança de cenário, é uma boa ideia partir para Lake Tahoe, na fronteira da Califórnia com o estado de Nevada.

Nesse ponto da cordilheira de Sierra Nevada você vai encontrar algumas das melhores montanhas e estações de esqui dos Estados Unidos. Então não importa se você é profissional ou iniciante: em Lake Tahoe, você terá uma pista para se divertir. Segundo o Visit California, é aqui que ficam as célebres estações de Squaw Valley, Heavenly e Northstar, que é lar do renomado hotel Ritz-Carlton Northstar.

As coisas para fazer na Califórnia quando o assunto é cultura não param em San Diego. Na pequena cidade de Palm Springs, em meio ao Deserto de Sonora, será realizada a Semana do Modernismo, entre os dias 14 e 24 de fevereiro.

Com a missão de celebrar e eternizar o design e a arquitetura de meados do século XX, a Semana de Modernismo também realiza mais 350 eventos menores, que vão de palestras a tours por casas e jardins icônicos, passando até por festas à noite.

Se engana quem acha que as montanhas da Califórnia já se esgotaram. Em Big Bear, na cidade de Big Bear Lake, você vai se deparar com mais de 50 pistas para esgotar as energias esquiando ou praticando snowboarding.

E se você quiser conhecer Los Angeles depois, está com sorte: a montanha em que fica o Big Bear Mountain Resort está a apenas duas horas de carro da maior cidade do estado.

A Desert X, sediada na região do Vale de Coachella, é uma exposição bienal que começou em 2017 e, segundo o seu site oficial, procura manter viva a tradição artística de buscar no deserto formas de se expressar mais livremente.

Durante o período entre 9 de fevereiro e 21 de abril, a Desert X irá expor obras de artistas que abordam temas como mudança climática, turismo, cultura nativo-americana e arquitetura. Uma exposição incrível para quem está a procura de coisas para fazer na Califórnia.

Este parque nacional é um dos mais famosos dos Estados Unidos, além de fazer parte da lista de Patrimônios Mundiais da UNESCO. Com mais de 280 mil hectares, o parque irá te deixar boquiaberto com suas lindas montanhas de granito e abundantes cataratas.

O principal monolito de granito do parque é El Capitan, que se ergue a quase 3,6 mil metros do ponto mais baixo do Yosemite Valley. Se você estiver a fim de encarar um desafio de escalada, uma visita ao Capitan é indispensável.

Um motivo extra para se apressar e visitar o Yosemite antes do final de fevereiro é a Firefall, um fenômeno natural que afeta a coloração das águas da cachoeira Horsetail. Este espetáculo, segundo informações do Visit California, é consequência da convergência entre a iluminação do céu claro com a neve derretida.

Dessa forma, durante o pôr do sol, a névoa em volta do pico "capta" os raios de sol que batem nele, criando uma breve ilusão de ótica que faz com que as águas da Horsetail fiquem com uma coloração alaranjada, como se fossem lava.

Butte County é uma região agrícola ao norte da capital do Estado, Sacramento, próximo a Sierra Nevada. O condado foi um dos pioneiros na onda de cervejas artesanais que hoje domina os EUA - e conquista mais e mais seguidores aqui no Brasil -, então é uma ótima pedida para os entusiastas da bebida.

Algumas cidades históricas também devem conquistar os turistas, como é o caso de Chico, cidade universitária onde fica a renomada Sierra Nevada Brewing Company, que mistura uma vibe de cidade pequena com a sofisticação do mundo moderno.

No Lassen Volcanic National Park, está escondida entre os pinheiros uma verdadeira joia da natureza: o Manzanita Lake, principal atração do complexo. Acessível por trilhas, que ficam cobertas de neve no inverno, este lago conta com um acampamento ao seu redor com 179 pontos para acampar.

De acordo com o Visit California, a infraestrutura é completa, e os turistas poderão desfrutar de banhos em chuveiros e até mesmo lavar as roupas numa lavanderia própria do local. E se você não tiver tudo o que precisa para acampar, pode alugar os equipamentos necessários no próprio local.

A principal rota dos pioneiros do século XX não é mais tão movimentada, mas ainda pode ser explorada por você e pela sua família em uma viagem de carro de 3 a 4 dias, com 10 pontos de parada, saindo de Santa Monica e indo até o Anza-Borrego Desert State Park.

Na rota cênica de uma estrada que já inspirou o mundo cinematográfico, literário e musical, você irá deslumbrar a beleza de cidades como Pasadena, San Bernardino, Barstow e Palm Springs, além de desbravar o deserto passando pela Mojave National Reserve e pelo Joshua Tree National Park. Uma rota imperdível para quem quer coisas para fazer na Califórnia.

Fonte: Portal IG