Praias para um bate e volta saindo de SP: veja o que Maresias tem para você

Divulgação

Localizada no litoral norte de São Paulo, a praia de Maresias atrai surfistas e também oferece atrações para toda a família. E ela que abre a série do iG Turismo que será  publicada neste mês sobre praias em São Paulo para quem fazer um bate volta - ou esticar o passeio por mais alguns dias, por que não?

Maresias, em São Sebastião, fica a apenas 180 km de São Paulo e é um local de fácil acesso. Além de várias opções de ônibus que saem da Terminal Rodoviário do Tietê, na capital, direto para o destino, é possível chegar a essa praia pela Rodovia dos Imigrantes, pela Rodovia Mogi-Bertioga ou então pela Rodovia dos Tamoios. 

Maresias tem 5 km de extensão e por lá você poderá se ocupar com atividades que incluem surfar, fazer trilhas e ou dar um pulo nos restaurantes e bares da cidade. Para não se perder, vão aqui 15 coisas que você poderá fazer ou lugares que poderá visitar, segundo informações do departamento de turismo de São Sebastião.

Essa trilha, que liga as praias de Maresias e Paúba, proporciona uma bela vista de ambas. São cerca de 2 km, percorridos ao longo de 30 ou 40 minutos, mas o caminho é bastante tranquilo, e pode ser aproveitado por pessoas de todas as idades. No ponto mais alto da trilha, é possível ver também as ilhas Montão de Trigo e Alcatrazes.

Para quem curte esportes radicais, o rapel no Costão promete muita aventura. O ponto de descida fica na trilha citada acima, e até mesmo crianças podem aproveitar a descida, que promete belas fotos no pôr do sol.

Essa pequena praia também fica na trilha citada no item 1 e costuma ficar deserta. Ela é ideal para a prática de snorkel graças às águas cristalinas. Por ficar num trecho íngrime da trilha Maresias-Paúba, não é indicada para os idosos. A comunidade caiçara de Pescadores, que dá o nome ao local, usa-a para entrar e sair do alto mar, bem como para acessar o cerco de pesca.

O próximo local da lista é uma queda d'água cercada por piscinas naturais em meio à Mata Atlântica. É possível acessá-lo a pé, mas o bike tour é mais interessante para aqueles que gostam de um pouco de adrenalina.

Com 2,8 km de extensão, o percurso é feito em cerca de 30 minutos, durante os quais os turistas poderão aproveitar a mata fechada e até mesmo avistar animais silvestres.

Aqui, você poderá tirar a sua própria foto de toda a praia. O mirante pode ser acessado pela trilha do oleoduto (ou Trilha Praia Brava), saindo da rodovia entre Boiçucanga e Maresias.

Essa praça garante não só uma das melhores vistas para a praia, como também diversão para toda a família. De escolinha de surfe a feira de artesanato, passando por uma pista de skate e até um centro de informações turísticas, há muito o que fazer na Praça Internacional do Surfe.

Quem não consegue ficar parado e adora um esporte de praia também tem espaço por aqui. As quadras ficam em vários pontos do local, então não faltam opções. E o melhor: não é preciso pagar para desfrutar dessas atividades.

Talvez, no entanto, você não queira ficar só na praia e no mar. Às vezes, fazer umas compras pode ser a solução para aliviar a cabeça do estresse diário. É exatamente isso que os visitantes podem fazer neste shopping ao ar livre, que fica em frente à Praça Internacional do Surfe.

E para dar mais variedade ainda ao passeio, o Instituto Gabriel Medina, fundado em 2017, vai encher os olhos dos fãs do surfe e de um dos principais surfistas do mundo. Voltado para a formação de novos atletas, o local conta com piscinas, sala de musculação e até de informática.

Mas o museu com itens pessoais do surfista brasileiro, inclusive os troféus mundiais e as pranchas que ele usou nas competições, é uma boa pedida para quem ama o esporte e quer seguir os passos do jovem ídolo.

Mais uma para os fãs de artesanato que estão procurando um pouco de variedade na praia. Aberta às sextas, sábados e domingos a partir das 17h, e todos os dias na época de alta temporada, essa feira ao lado do Boulevard promete cativar os turistas.

Na praia de Canto do Moreira, os turistas poderão visitar a "Pedra Mirante", que dá uma vista completa da cidade, assim como o Mirante Maresias. A diferença é que, de lá, os visitantes podem acessar pontos de mergulho para se refrescarem.

Para quem curte dar uma pedalada, as bicicletas não precisam ficar reservadas para as trilhas. Maresias tem uma ciclovia de aproximadamente 1 km (vale lembrar que a orla da praia tem 5 km de extensão), que pode ser acessada pela entrada 9, próxima à Alameda Água Branca, que leva à rua Sebastião Romão César.

Enquanto a cidade de São Paulo tem o Beco do Batman, a praia de São Sebastião tem o Beco da Mulher Maravilha, que é justamente uma versão praiana do icônico ponto turístico da capital.

Os murais de graffiti são de artistas locais, de São Paulo capital e do Rio de Janeiro, e ficam espalhados ao longo de uma viela de 150 m de comprimento. Graças à boa iluminação, podem ser visitados e apreciados tanto de dia como de noite.

Para os boêmios, há diversão de sobra, principalmente na rua Sebastião Romão César, que tem inúmeros bares, restaurantes e casas noturnas - assim, é o principal ponto turístico para os amantes da noite.

Por fim, o esporte mais praticado em Maresias, afinal, a praia já foi palco de competições mundiais de surfe, e conta com pontos para a prática do esporte ao longo de toda a sua extensão.

Quem está engatinhando no surfe pode aproveitar as ondas menores em Maresias entre as entradas 1 e 5. Entre a entrada 5 e a 15, a diversão é garantida para os praticantes amadores. E aqueles que tiverem experiência de sobra e quiserem um pouco de emoção poderão pegar ondas mais fortes entre a entrada 15 e a 22.

Fonte: Portal IG